Notícias

Valve tenta explicar o que considera jogos de "trollagem" no Steam

Empresa fará exceção a este tipo de jogo na plataforma digital


Na última quarta (6), a Valve declarou que passará a permitir todo e qualquer tipo de jogo na plataforma digital Steam, desde que eles não sejam considerados ilegais ou "trollagem".

Entre as diversas críticas a esta nova política, muitos apontaram que a definição de trollagem é um tanto vaga demais, ao ponto de ser difícil saber o que poderia ser banido ou não da loja.

Em conversa com o site VentureBeat, o chefe de comunicação da Valve, Doug Lombardi, procurou esclarecer a definição interna deste termo dentro da empresa, citando como exemplo o já removido simulador de tiroteio em escola Active Shooter.


Rejeitamos Active Shooter porque era um troll, criado para nada mais do que gerar revolta e conflito por meio de sua existência", declarou. "Além disso, o desenvolvedor esteve envolvido em várias falsidades, violações de copyright e abuso ao consumidor. Não há segundas chances para Active Shooter, ou seus desenvolvedores. E, para ser claro, enquanto o desenvolvedor por trás dele era um troll, nós rejeitaríamos Active Shooter se tivesse sido inscrito por qualquer outro desenvolvedor.


A declaração parece não levar em conta que, ao menos inicialmente, Active Shooter não foi rejeitado pela plataforma, sendo vendido pela loja do Steam antes de gerar a controvérsia.

Nos últimos dias a Valve também removeu outros jogos criticados, incluindo ISIS Simulator, AIDS Simulator, Asset Flip Simulator e Triggering Simulator.
Fonte: Theenemy.
Postado a .
Por Mark.
Tags: