Notícias

Criador de Rurouni Kenshin é detido por porte de pornografia infantil

Rurouni Kenshin: Hokkaido-hen entrará em hiato por tempo indeterminado

Um das séries mais importantes da cultura pop nipônica acaba de ter uma informação um tanto triste, o mangaká de Rurouni Kenshin, Nobuhiro Watsuki, foi preso pela Polícia Metropolitana de Tóquio por possuir pornografia infantil. Informação foi passada pelo jornal Yomiuri Shimbun e do site Yahoo Japan.

As autoridades fizeram um anúncio confirmando que Watsuki foi detido por solicitar pornografia infantil de jovens na adolescência. De acordo com as investigações atuais, o mangaká teria adquirido diversos DVDs sobre o assunto em outubro enquanto trabalhava em Tóquio. Os vídeos explícitos exibiam menores sem roupa, e os relatórios indicam as garotas frequentavam o final do ensino médio e no início do ensino secundário.

Caso seja considerado culpado, ele poderá ser condenado a um ano de prisão e uma multa de 1 milhão de ienes (aproximadamente R$ 29 mil).



De acordo com o Yahoo Japan, afirmam que a polícia descobriu a coleção de pornografia da Watsuki enquanto pesquisava em outro caso relacionado. As autoridades foram avisadas de que o artista comprara DVDs e enviou para a divisão especial, no qual fez a procurar na casa do mesmo. Foi lá que as autoridades descobriram vários DVDs na posse do mangaká.

A editora Shueisha, responsável pela revista Weekly Shonen Jump, anunciou nesta terça-feira (21) que o mangá Rurouni Kenshin: Hokkaido-hen entrará em hiato por tempo indeterminado por conta da acusação.
Fonte: Comicbook.
Postado a .
Por Mark.
Tags: