Confira todos os detalhes do Disney+
#Notícias
Nesta quinta-feira a Disney finalmente apresentou o seu tão aguardado serviço de streaming, Disney+.

Kevin Mayer, diretor da unidade de direito do consumidor na Disney, apresentou aos investidores em primeira mão o aplicativo e a interface do Disney+. Assim como a Netflix, usuários do Disney+ são recebidos por linhas de conteúdo recomendado, novas séries ou filmes adicionados a plataforma e gêneros. Diferente da Netflix, há cinco hub que ficam no topo da página, os quais levam os usuários para áreas contendo franquias da Disney nas seguintes categorias: Disney, Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic.

Disney+ estará disponível para smart TVs, navegadores, tablets e dispositivos móveis e consoles, segundo Mayer. O serviço de streaming já garantiu acordos com a Roku e Sony para disponibilizar em suas respectivas plataformas.

Assinantes do Disney+ poderão definir perfis individuais para aqueles com que eles convivem; controle dos pais será automaticamente aplicado em perfis infantis. Todos conteúdo do Disney+ estará disponível para download, e empresa está prometendo apresentação 4K HDR em TVs aplicáveis.



Confira um exemplo mostrando como um dos hubs se parece, usando o primeiro Disney hub.


Clique para ver a imagem em tamanho original

Mayer também anunciou uma variedade de novos projetos a caminho do Disney+, incluindo a confirmação que a Marvel está trabalhando em uma série baseada em personagens dos Vingadores, Falcão (Anthony Mackie) e o Soldado Invernal (Sebastian Stan). Falcão e o Soldado Invernal se juntam a um número de séries atualmente em desenvolvimento, incluindo dois projetos live-action da Marvel Studios focando no Loki e no Gavião Arqueiro, uma série do Monstros S.A, uma série baseada em High School Musical e uma série ambientada no universo de Star Wars focada em um caçador de recompensas, chamada The Mandalorian. A Disney também irá encerrar seu programa vault em prol do Disney+, segundo uma reunião anterior com os investidores. O programa impossibilitava a compra de um filme antes de seu lançamento por um tempo limitado. Agora, todos os filmes estarão disponíveis exclusivamente através do serviço de streaming, segundo Iger.

O site Hollywood Reporter relatou que a Disney iria lançar o seu serviço de streaming com "500 filmes da biblioteca Disney... Além de 7,000 episódios de séries da Disney." A Netflix tinha 4,335 filmes e 1,197 séries em 2016. Iger disse aos investidores em novembro de 2017 que eles planejam "andar e não correr" para o streaming, mas isso aumentaria com a produção em séries e filmes originais ao longo do tempo.



Disney+ é a grande sacada da empresa para competir com a Netflix, Amazon e Apple no mercado de streaming. A empresa também possui uma participação majoritária no Hulu após a aquisição da 21st Century Fox. A Disney também confirmou que seria "provável" combinar assinaturas para Disney +, ESPN + e Hulu.

A Disney anunciou que o serviço custará $7 dólares por mês ou $70 dólares por anos, se a empresa for seguir os planos da Amazon devemos ter o serviço por algo em torno de 15/mês. Ele estará disponível para os EUA dia 12 de novembro deste ano, no Brasil no final de 2020.


Clique para ver a imagem em tamanho original



Clique para ver a imagem em tamanho original
Confira todos os detalhes do Disney+
Fonte: Theverge.
Postado a .
Allan Kardec
Tags: