Notícias

Capcom considera mais jogos na nuvem, apesar dos problemas de Resident Evil 7

A Capcom fez alusão aos seus futuros planos para jogos baseados na nuvem, sugerindo que o experimento com Resident Evil 7 foi um sucesso - embora não financeiramente.

Em um Q&A lançado após os resultados da empresa japonesa para o primeiro semestre do ano fiscal, a desenvolvedora foi questionada pelos acionistas sobre sua posição em relação aos jogos na nuvem.

No início deste ano, a Capcom lançou Resident Evil 7: Cloud Version - uma versão em stream do título de sucesso para Nintendo Switch. Na sessão de perguntas e respostas, a firma reiterou que isso foi um experimento, mas parece ter sido promissor.

Embora tenhamos lançado um certo título com suporte a nuvem no primeiro semestre, isso foi feito principalmente para fins de pesquisa tecnológica e não teve um impacto significativo nos lucros.

Com base nos resultados da pesquisa, consideraremos internamente a expansão dos jogos em nuvem.

A questão dos acionistas foi, sem dúvida, motivada pelo crescente interesse em produtos e serviços de jogos baseados em nuvem nos últimos seis meses. Um dos principais sendo o anúncio da Microsoft do Projeto xCloud, um serviço de streaming que oferece jogos do Xbox para qualquer dispositivo.

A Electronic Arts também apresentou planos para um serviço de streaming na E3 2018, enquanto a Google se uniu à Ubisoft para entregar uma versão em nuvem de Assassin's Creed Odyssey. Curiosamente, a Ubisoft também se inspirou na Capcom ao experimentar uma versão em nuvem para o Switch no Japão.

Embora a Capcom não tenha discutido mais sobre seus planos para jogos em nuvem, seus comentários sugerem que, embora Resident Evil 7 não tenha gerado receita significativa, pelo menos atraiu donos de Switch o suficiente para garantir mais experimentos.

No Q&A, a também Capcom prometeu continuar a dar suporte ao Monster Hunter World - um título que já vendeu 10,7 milhões de unidades em todo o mundo, 70 por cento das quais foram fora do Japão.
Fonte: Gamesindustry.
Postado a .
Por Mark.
Tags: